top of page
  • Dra. Tatiane Rodrigues

Corretor de imóveis deve fazer análise do risco do negócio?

Atualizado: 7 de mar.


(imagem retirada do site canva)


O corretor de imóveis é a parte responsável pela intermediação do imóvel e, conforme o artigo 725 do Código Civil, terá o direito de receber a comissão quando o negócio atingir o resultado útil.


O que o corretor de imóveis não pode esquecer é que a lei, especificamente o artigo 723 do Código civil, determina que o corretor de imóveis deve esclarecer sobre a segurança e riscos do negócio. E se isso não fizer, pode responder pelos danos que causar.


E só existe uma maneira de informar sobre a segurança e riscos do negócio, que é fazendo a due diligence, que nada mais é do que analisar os documentos do vendedor e do imóvel para verificar se existe alguma situação que possa prejudicar o negócio.


Por exemplo, deve ser verificado se o vendedor possui dívidas. Dependendo da situação do vendedor, pode até mesmo o comprador não ter mais interesse no imóvel, já que as dívidas tornam o negócio arriscado.


Uma dica que damos é que, não seja feita a análise do risco somente quando o comprador aparecer, já faça o estudo quando captar o imóvel, assim já fica sabendo de forma antecipada se o imóvel pode ser vendido de forma segura. Além disso, sabendo de tais informações de forma antecipada pode informar o possível comprador, deixando já claro a real situação do negócio.


Com essa análise antecipada pode ser caso também pode o corretor de imóveis já fazer um filtro se vai ou trabalhar o imóvel, assim evita perder tempo seu tempo, assim como o possível comprador.


 

Se este texto te ajudou, não se esqueça de deixar nos comentários o que achou e de compartilhar com seus amigos e familiares, isso é muito importante para nós!


E se você ficou com alguma dúvida sobre o assunto, pode entrar em contato por meio do e-mail: contato@rodriguesefelix.adv.br, do WhatsApp que está abaixo ou também no meu perfil no Instagram: @tatiane.adv.



* Respondemos mensagens no WhatsApp, e-mail e Instagram em dias úteis durante o horário comercial (das 9h às 17h). Não respondemos dúvidas que são orientações jurídicas ou que dependem da análise do caso sem a contratação de uma consulta.



Escrito por:



Outros textos que podem ser do seu interesse:

Comentários


Participe da lista VIP

Aprenda sobre seus direito com nosso time de especialistas TOTALMENTE DE GRAÇA!

Seja bem vindo! 
Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

* Respondemos mensagens no WhatsApp em dias úteis durante o horário comercial (das 8h às 18h).

bottom of page