top of page
  • Dra. Tatiane Rodrigues

O que você deixa de comprar ou fazer com os valores que paga indevidamente na compra de um imóvel?

Atualizado: 3 de nov. de 2022


(imagem retirada do site canva)


Durante a compra de um imóvel pode acontecer de você pagar um valor que é indevido, por exemplo, por conter no contrato alguma cláusula abusiva, a Prefeitura cobrar mais imposto do que é devido ou por não ser concedido o desconto nos emolumentos do cartório.


Separamos duas situações em que é feita a cobrança indevida e alguns exemplos do que você poderia fazer com o dinheiro dessa cobrança.



1 ITBI sobre o valor venal de referência


Quando é realizada a compra do imóvel o comprador tem que pagar um imposto, é o chamado ITBI. O correto é que o imposto seja calculado sobre o valor venal ou ou valor de compra, o que foi maior.


Algumas prefeituras criaram o valor venal de referência para a cobrança do ITBI. Na maioria das vezes o valor venal de referência é superior ao valor venal e ao valor de compra.



Vejamos um caso:

Calculando o ITBI sobre o Valor Venal de Referência o comprador terá que pagar o valor de R$ 16.249,74. Se aplicar o Valor Venal, que no exemplo é maior o que de compra, o imposto a ser pago seria de R$ 7.217,12.



No caso o comprador está pagando o valor de R$ 9.032,62 de imposto de forma indevida.


O que você compraria ou faria com R$ 9.032,62?


Vejamos alguns exemplos:

2 Cobrança da averbação de construção


Na compra de imóvel na planta pode acontecer da construtora cobrar dos compradores os valores para a averbação da construção. Porém, não pode a construtora repassar às custas da averbação da construção, individualização do apartamento e abertura de matrícula para o consumidor, é obrigação dela arcar com os custos.


Vamos ao caso:


Ana adquiriu apartamento na planta e estava contando os dias para pegar as chaves. Até que certo dia Ana foi surpreendida pela construtora, que entrou em contato para informar que ela estava devendo o valor de R$3.500,00 referente a taxa da averbação da construção.

O que você compraria ou faria com R$ 3.500,00?


São alguns exemplos:

Usamos apenas dois exemplos em que são cobrados valores indevidamente, existem outros casos em que são cobrados valores indevidos na compra de um imóvel.


O nosso objetivo é fazer você refletir os impactos que uma cobrança indevida pode ter na sua vida. Por este motivo é muito importante você saber quais são os seus direitos e entender todas as cláusulas contratuais e esse é um dos objetivos de uma assessoria jurídica na compra de um imóvel.


 

Se este texto te ajudou, não se esqueça de deixar nos comentários o que achou e de compartilhar com seus amigos, isso é muito importante para nós!


E se você ficou com alguma dúvida sobre o assunto, pode entrar em contato por meio do e-mail: contato@rodriguesefelix.adv.br, do WhatsApp que está abaixo ou também no meu perfil no Instagram: @tatiane.adv.


Escrito por:


Outros textos que podem ser do seu interesse:


Participe da lista VIP

Aprenda sobre seus direito com nosso time de especialistas TOTALMENTE DE GRAÇA!

Seja bem vindo! 
Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

* Respondemos mensagens no WhatsApp em dias úteis durante o horário comercial (das 8h às 18h).

bottom of page