top of page
  • Dra. Adriane Felix

Como fazer inventário extrajudicial?

Atualizado: 8 de mar.

O inventário extrajudicial é a maneira de passar os bens do falecido para os herdeiros de maneira rápida e simples.


Diferente é o inventário judiciário, que é um pouco mais complexo e acaba demorando mais tempo do que o extrajudicial. Dependendo do caso, tem inventários judiciais que levam anos para acabar, seja por causa da lentidão do judiciário ou por briga dos herdeiros, por exemplo.


O inventário extrajudicial é mais rápido e simples, pois é feito no cartório de notas, por meio de assinatura de uma escritura. Assim, é necessário reunir os documentos necessários, levar ao cartório e agendar a assinatura da escritura de inventário.


O que muitas pessoas têm dúvida é como fazer o inventário extrajudicial, não sabem nem por onde começar. Então explicaremos a seguir como fazer o inventário extrajudicial.



1 O inventário extrajudicial pode ser usado por todos?

A primeira coisa que você precisa saber é que o inventário extrajudicial não pode ser usado por todos. É necessário preencher os seguintes requisitos:


  • Que todos os herdeiros estejam de acordo com o inventário e divisão dos bens. Se houver qualquer discordância por parte de algum dos herdeiros, é obrigatório que o inventário seja feito judicialmente.


  • Se algum dos herdeiros for menor de idade ou incapaz, será necessário que o inventário seja feito judicialmente, mesmo que haja acordo entre os herdeiros.


  • Se foi deixado testamento pelo falecido, é necessário que seja iniciado o procedimento judicialmente.


Então, a primeira coisa que você deve avaliar é se não se trata de alguma opção acima. Se o seu caso for um dos três, você obrigatoriamente terá que entrar com o inventário judicial.


Se você tiver alguma dificuldade para saber se o seu caso é de inventário extrajudicial ou judicial, um advogado poderá ajudar nesta análise.


1.1 Como faço para saber se uma pessoa deixou testamento?

Se o falecido deixou um testamento, deverá o inventário ter início judicialmente, pois a lei diz que a abertura do testamento só pode ser feita por meio de processo.


É muito comum que algumas pessoas façam o testamento escondido, sem avisar ou informar alguém da família. Nesta situação, como os herdeiros podem saber se foi deixado algum testamento?


Isso é mais fácil do que você possa imaginar. Existe um sistema que pode ser consultado se a pessoa deixou algum testamento ou não. Logo, é só fazer a busca neste sistema que será emitida uma certidão se existe ou não algum testamento.


Para fazer a busca basta acessar o site: https://www.buscatestamento.org.br/


Nos estados em que é cobrado, o valor da certidão é de R$ 86,45 (valor de 2023). O prazo médio para que essa certidão seja emitida é de dois dias úteis, porém cada estado tem seu prazo para isso.


A certidão pode ser solicitada pelos herdeiros ou pelo advogado contratado para cuidar do inventário.


2 Onde é feito o inventário extrajudicial?

O inventário extrajudicial pode ser feito em qualquer cartório de notas, inclusive em outras cidades. Ou seja, não é obrigatório que seja feito na mesma cidade em que o falecido morava ou onde estão os bens que foram deixados.


3 Por onde começar o inventário extrajudicial?

A primeira coisa que você deve fazer é contratar um advogado de sua confiança e levar os documentos iniciais para a análise do inventário e para o início ao inventário.


3.1 Quais os documentos necessários para o inventário extrajudicial?

São diversos documentos que são necessários para o inventário, vejamos quais são esses documentos:


  • Do falecido:

  1. Certidão de óbito atualizada (até 90 dias); 

  2. Certidão de casamento atualizada até 90 dias (se for o caso);

  3. Escritura pública união estável atualizada até 90 dias (se for o caso);

  4. Certidão de divórcio ou separação atualizada até 90 dias (se for o caso); 

  5. Certidão de nascimento atualizada até 90 dias (se era solteiro); 

  6. Certidão de negativa de débitos com a União, o Estado ou município;

  7. Identidade e CPF.

  8. Certidão negativa de testamento.


  • Dos herdeiros:

  1. Certidão de óbito atualizada (até 90 dias - se for o caso); 

  2. Certidão de casamento atualizada até 90 dias (se for o caso);

  3. Escritura pública união estável atualizada até 90 dias (se for o caso);

  4. Certidão de divórcio ou separação atualizada até 90 dias (se for o caso); 

  5. Certidão de nascimento atualizada até 90 dias (se era solteiro); 

  6. Certidão de negativa de débitos com a União, o Estado ou município;

  7. Comprovante de residência;

  8. Identidade e CPF.


  • Dos bens:

  1. Certidão de matrícula do imóvel (atualizada até 30 dias);

  2. Comprovante de propriedade; 

  3. Documento do município sobre o valor venal (estimativa) do imóvel quando ele for urbano. Geralmente, se utiliza a guia de IPTU; (atualizada até 30 dias); 

  4. Certidão de negativa de débitos do imóvel com o município atualizada (para imóveis urbanos);

  5. Certidão de negativa de débitos federais e certificado de cadastro de imóvel rural atualizada (se for o caso); 

  6. Comprovante de propriedade de veículos (se for o caso); 

  7. Contrato social e a certidão da junta comercial se a pessoa possuía empresa. A certidão também pode ser do cartório de registro civil de pessoas jurídicas. (atualizada);

  8. Documentos que comprovem saldo na conta bancária;

  9. Outros que forem necessários.


Esta lista é apenas para ilustrar para você ter noção do que é necessário, mas fique tranquilo que o advogado que cuidará do inventário irá te orientar sobre todos os documentos necessários para o inventário extrajudicial.


3.2 E depois dos documentos, o que vem?

O advogado de posse de todos os documentos necessários irá procurar o cartório de notas para solicitar a confecção da escritura de inventário.


Além da escritura, é necessário o pagamento do imposto. Para o pagamento do imposto o advogado ou cartório irá fazer a declaração para apuração do imposto, o ITCMD. Se houver imposto a pagar será gerada uma guia para pagamento e a assinatura da escritura só será realizada com a comprovação do pagamento do imposto.


Assim, é agendada uma data para que os herdeiros compareçam ao cartório para assinar a escritura de inventário.


4 Dúvidas frequentes sobre inventário extrajudicial

  • Quando custa um inventário extrajudicial? Depende do valor dos bens que foram deixados. O imposto e o valor das custas do cartório são calculados sobre o valor dos bens que foram deixados pelo falecido.


  • Preciso contratar um advogado para fazer o inventário extrajudicial? Sim, mesmo sendo feito no cartório é obrigatória a presença do advogado.


  • Quanto tempo demora um inventário extrajudicial? Depende muito do tempo para levantar a documentação e da agenda do cartório. Dependendo do caso, pode a escritura de inventário extrajudicial ser assinada em menos de 30 dias.


  • E se um herdeiro não puder ir ao cartório para assinar o inventário? Se algum herdeiro não puder ir ao cartório assinar o inventário, pode ser feita uma escritura pública para nomear alguém para representá-lo na assinatura.


 

Se você está com algum problema relacionado com inventário, é importante que você contrate um advogado especializado de sua confiança para auxiliá-lo da melhor forma possível, para que seus direitos sejam respeitados e que se possa evitar maiores prejuízos.


Você pode entrar em contato nosso escritório por meio do e-mail: contato@rodriguesefelix.adv.br, do WhatsApp também no perfil do instagram do escritório @rodriguesefelix.



* Respondemos mensagens no WhatsApp, e-mail e Instagram em dias úteis durante o horário comercial (das 9h às 17h). Não respondemos dúvidas que são orientações jurídicas ou que dependem da análise do caso sem a contratação de uma consulta.


Escrito por:


Outros textos que podem ser do seu interesse:


Comments


Participe da lista VIP

Aprenda sobre seus direito com nosso time de especialistas TOTALMENTE DE GRAÇA!

Seja bem vindo! 
Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

* Respondemos mensagens no WhatsApp em dias úteis durante o horário comercial (das 8h às 18h).

bottom of page