top of page
  • Dra. Tatiane Rodrigues

O que fazer quando o companheiro ou companheira não quer reconhecer a união estável?

Atualizado: 8 de mar.

Para ter a união estável formalizada, é necessário adotar algumas medidas. E quando o companheiro ou companheira não concorda em formalizar e reconhecer a união estável, o que pode ser feito?



1 Como formalizar a união estável?

Existem duas formas para o casal reconhecer e formalizar a união estável:


  • No cartório por meio de declaração de união estável.

  • De forma particular, através de contrato com duas testemunhas. Além disso, é importante o reconhecimento de firma e reconhecimento no cartório de títulos e documentos.


Nas duas opções acima não tem como apenas um dos dois assinar o documento, é necessário que ambos assinem e estejam de acordo com a formalização da união.


1.1 E quando o companheiro ou companheiro não quer reconhecer a união?

Caso a união se encerre, poderá aquele se sentir prejudicado procurar a justiça para entrar com processo para que seja reconhecida a união estável, a sua dissolução e bem como a partilha de bens, se for o caso.


Se ocorrer o falecimento, poderá o companheiro ou companheiro sobrevivente entrar com a ação de reconhecimento de união estável após a morte (post mortem) ou o reconhecimento ser feito no próprio inventário, caso os herdeiros sejam maiores de idade e façam o reconhecimento da união.


Bem como a pessoa interessada ainda durante a união poderá entrar com ação para o reconhecimento da união estável.


 

Se você está com algum problema relacionado com deixar união estável, é importante que você contrate um advogado especializado de sua confiança para auxiliá-lo da melhor forma possível, para que seus direitos sejam respeitados e que se possa evitar maiores prejuízos.

Você pode entrar em contato nosso escritório por meio do e-mail: contato@rodriguesefelix.adv.br, do WhatsApp também no perfil do instagram do escritório @rodriguesefelix.



* Respondemos mensagens no WhatsApp, e-mail e Instagram em dias úteis durante o horário comercial (das 9h às 17h). Não respondemos dúvidas que são orientações jurídicas ou que dependem da análise do caso sem a contratação de uma consulta.




Escrito por:

Outros textos que podem ser do seu interesse:

Comments


Participe da lista VIP

Aprenda sobre seus direito com nosso time de especialistas TOTALMENTE DE GRAÇA!

Seja bem vindo! 
Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

* Respondemos mensagens no WhatsApp em dias úteis durante o horário comercial (das 8h às 18h).

bottom of page