top of page
  • Dra. Adriane Felix

Tenho que pagar pensão alimentícia para meu enteado?

Atualizado: 8 de mar.

Como já falamos em outro texto, madrasta é um vínculo que existe para sempre, já que é considerada parente por afinidade. Apesar de falarmos apenas na madrasta, o mesmo vale para o padrasto.


O vínculo entre madrasta ou padrasto com a enteada ou enteado não se encerra nem com o divórcio, por isso é um vínculo que existe para sempre.


Sabendo agora que padrasto e madrasta são parentes, pode surgir a seguinte dúvida: eles têm que pagar pensão?



1 Padrasto e madrasta têm que pagar pensão alimentícia?

Apesar da lei estabelecer que existe a relação de parentesco, não existe nada na lei que fale na obrigação do padrasto e madrasta pagar pensão alimentícia ou enteado ou enteada.


Como não existe isso estipulado na lei, cabe à justiça interpretar se é possível ou não cobrar a pensão do padrasto e da madrasta.


No ano de 2022, no Tribunal de Justiça do Distrito Federal, foi julgado um caso em que o entendimento foi que não pode cobrar pensão alimentícia da madrasta, mesmo que o pai não tenha condições financeiras e a madrasta sim. O fundamento foi justamente o que já falamos anteriormente, não existir esse dever de pagar pensão alimentícia expresso na lei.


O que mostramos acima é um posicionamento de que não pode ser cobrada a pensão do padrasto e da madrasta. Porém, também existe o entendimento contrário.


Há quem defenda que, como há o vínculo de parentesco e levando em conta o princípio da solidariedade, padrasto e madrasta têm que pagar pensão alimentícia sim. O fundamento de quem defende este posicionamento é o art. 25 da Lei 12.010/2009:


Art. 25 Entende-se por família extensa ou ampliada aquela que se estende para além da unidade pais e filhos ou da unidade do casal, formada por parentes próximos com os quais a criança ou adolescente convive e mantém vínculos de afinidade e afetividade

Vale lembrar que, caso seja reconhecido o dever do padrasto e madrasta pagar pensão alimentícia, isso não libera o genitor ou genitora do seu dever de pagar a pensão ou que seja descontado o que é pago pelo padrasto e madrasta.


Portanto o que temos é uma responsabilidade subsidiária e complementar do padrasto e madrasta e que dependerá do caso em concreto e do entendimento do juiz no caso concreto.


 

Se você está com algum problema relacionado com pensão alimentícia, é importante que você contrate um advogado especializado de sua confiança para auxiliá-lo da melhor forma possível, para que seus direitos sejam respeitados e que se possa evitar maiores prejuízos.



Você pode entrar em contato nosso escritório por meio do e-mail: contato@rodriguesefelix.adv.br, do WhatsApp também no perfil do instagram do escritório @rodriguesefelix.



*Respondemos mensagens no WhatsApp, e-mail e Instagram em dias úteis durante o horário comercial (das 9h às 17h). Não respondemos dúvidas que são orientações jurídicas ou que dependem da análise do caso sem a contratação de uma consulta.


Escrito por:



Outros textos que podem ser do seu interesse:

Commentaires


Participe da lista VIP

Aprenda sobre seus direito com nosso time de especialistas TOTALMENTE DE GRAÇA!

Seja bem vindo! 
Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

* Respondemos mensagens no WhatsApp em dias úteis durante o horário comercial (das 8h às 18h).

bottom of page