Receba conteúdo no seu e-mail:
  • Dra. Tatiane Rodrigues

Quais são os riscos de não registrar o imóvel?

Atualizado: Abr 2



Algumas pessoas pensam que basta apenas assinar o contrato ou a escritura para se tornarem dona do imóvel. Ocorre que, quando falamos em imóvel, a lei impõe que é necessário o registro do negócio na matrícula.


É aquele famosa frase: só é dono do imóvel quem registra.


Muitas pessoas deixam de fazer o registro do imóvel, seja por falta de dinheiro ou por desconhecimento da lei. E você, registrou o seu imóvel? Sabe quais são os riscos de não registrar?


Enquanto não há o registro da compra do imóvel, para a lei e para a sociedade em geral, o dono do imóvel é quem consta na matrícula. Então vamos imaginar a seguinte situação:


Em 09 de abril de 2016 você pagou o valor de R$ 400.000,00 na compra da casa do João, inclusive assinaram a escritura, porém você não registrou a compra da casa. Em 2018 João começa a ter graves problemas financeiros e descobriu que você até hoje não registrou a compra do imóvel, João agindo de má-fé vende o imóvel para Maria. Ela pagou o valor pedido por João, assinou a escritura e em 09 de abril de 2018 levou a escritura para o registro, neste momento Maria tornou-se dona da casa. Maria comprou o imóvel de boa-fé, já que na matrícula consta como proprietário João, portanto, neste caso você acaba de perder o imóvel para a Maria.

Você pode estar pensando que isso é um absurdo, mas a verdade é que essa situação é comum de acontecer.


Na situação narrada acima, existe uma grande chance da pessoa que não registrou o imóvel perdê-lo para uma terceira pessoa.


Queremos alertar que um dos riscos do não registro da compra é o vendedor vender o imóvel para uma outra pessoa, mesmo você já ter pago todo o valor.


Um outro risco que envolve a falta de registro é quando vendedor possui dívidas, neste caso podem os credores pedirem a penhora do imóvel e levá-lo a leilão, portanto, novamente há uma grande chance do comprador que não registrou perder o imóvel.


Ainda, pode acontecer uma desapropriação no imóvel, se você comprou e não registrou pode ter sério problema para receber a indenização.


É para evitar estes riscos e outros transtornos que é imprescindível que seja feito o registro do imóvel.


Outros textos que podem ser do seu interesse:








Escrito por:


Tatiane Rodrigues Coelho

Formada em direito em 2014. Inscrita na OAB/SP nº 358.546. Especialista em Direito Imobiliário. Pós-graduada em Direito Imobiliário, pós-graduanda em Direito Tributário e cursando MBA em Administração, Gestão e Marketing do Negócio Jurídico. Autora de textos sobre Direito Imobiliário publicado em Revista Especializada, blogs, JusBrasil e outros sites.

Saiba mais sobre a autora aqui.

Siga no instagram: @rodriguesefelix @tatiane.adv


Tags: #registro #registrodeimóveis #advogadoimobiliário #direitoimobiliário