top of page
  • Dra. Tatiane Rodrigues

Construtora pode cobrar taxa de ligação de serviço público?

Atualizado: 8 de mar.

Atualmente, muitas pessoas têm o sonho ou a vontade de comprar um imóvel. Dentre elas, muitas escolhem comprar imóvel na planta, pela forma de pagamento, que cabe dentro de suas condições financeiras.


O que muitas pessoas que escolhem comprar imóvel na planta não imaginam é que muitas vezes nos contratos de compra existem cobranças indevidas. Trataremos sobre a questão da cobrança da taxa de ligação de serviços, como, por exemplo, água e luz.



1 Construtora ou incorporadora pode cobrar taxa de ligação de serviço público?

Além de todos os valores que são cobrados, a construtora ou incorporadora em determinado pode cobrar a taxa de ligação de serviço público dos compradores, inclusive colocam no contrato cláusula estipulando a cobrança da respectiva taxa.


Existe o entendimento de que, não pode ser cobrada essa taxa de ligação do consumidor, por ser despesa administrativa que deve ser suportada pela incorporadora e construtora, sendo vedado repassar ao comprador. Há também a ideia tais valores para ligações do serviço público já devem estar incluídos no valor do negócio, não podendo cobrar do consumidor o valor.


Portanto, há decisões que deixam claro que não pode ser cobrada a taxa de ligação de serviço público. Vejamos:

Ação de indenização por danos morais e materiais c/c declaratória de nulidade. Compromisso de compra e venda de imóvel. [...] Taxa de ligação descabida. Dever da construtora de entregar o imóvel em condições de habitabilidade. Configurada cláusula abusiva com inserção em contrato de adesão. Aplicabilidade do art. 51, IV e §1º do CDC. Nulidade do adendo contratual. Dano moral não configurado. Precedentes. Recursos providos em parte. (TJSP 1026443-56.2015.8.26.0224). Grifo nosso.
Ação declaratória de nulidade de cláusula cumulada com indenização por danos materiais e morais. [...] TAXA DE LIGAÇÃO inexigível por se tratar de despesa que se insere na contrapartida assumida pela empreendedora e não deve ser repassada ao comprador.[...] Recurso parcialmente provido. (TJSP 1010593-38.2017.8.26.0564). Grifo nosso.
COMPROMISSO DE VENDA E COMPRA DE BEM IMÓVEL. AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS E MATERIAIS. [...] 5.- Taxa de ligação de serviços públicos Cobrança alinhada à edificação do condomínio. Impossibilidade, no caso, de transferência do encargo aos adquirentes. Precedentes (TJSP, Embargos Infringentes nº 1005418-98.2014.8.26.0554/50002, Rel. Des. Ferreira Alves). [...]. HOMOLOGADA A DESISTÊNCIA DO RECURSO APRESENTADO PELO AUTOR, ACOLHENDO-SE, EM PARTE, O RECURSO INTERPOSTO PELA RÉ. (TJSP 1009766-46.2015.8.26.0451). Grifo nosso.
PROMESSA DE COMPRA E VENDA – INDENIZAÇÃO E RESTITUIÇÃO DE VALORES. [...] TAXA DE LIGAÇÃO PARA RECEBIMENTO DE SERVIÇOS ESSENCIAIS. Cobrança abusiva, mesmo que contratada, pois transfere ao comprador ônus financeiro que está diretamente relacionado à obrigação de entrega do imóvel em plenas condições de uso pela vendedora, e portanto, inerente à atividade empresarial desenvolvida pela ré. RECURSO DA RÉ PARCIALMENTE PROVIDO (TJSP 1015042-94.2014.8.26.0224). Grifo nosso.

As decisões acima têm uma coisa comum: todas reconhecem que é abusiva a cobrança da taxa de ligação de serviço público.


2 O que fazer se for cobrada a taxa de ligação de serviço público?

Se estiver sendo cobrado a taxa de ligação de serviço público, será necessário entrar com processo para pedir que o juiz reconheça que é uma cobrança abusiva, declarando, assim que é indevido a cobrança de tal valor.


Ao juiz reconhecer que é uma cobrança indevida, a empresa não pode mais fazer a cobrança do valor.


2.1E se já foi pago?

Caso tenha sido pago, pode entrar com processo para pedir a devolução do valor que foi pago. Mas atenção ao prazo, você tem o prazo de 5 anos, contado a partir da data do pagamento, para entrar com o processo.

 

Se este texto te ajudou, não se esqueça de deixar nos comentários o que achou e de compartilhar com seus amigos e familiares, isso é muito importante para nós!


E se você ficou com alguma dúvida sobre o texto, pode entrar em contato por meio do e-mail: contato@rodriguesefelix.adv.br, do WhatsApp que está abaixo ou também no meu perfil no Instagram: @tatiane.adv ou no perfil do escritório @rodriguesefelix


* Respondemos mensagens no WhatsApp, e-mail e Instagram em dias úteis durante o horário comercial (das 9h às 17h). Não respondemos dúvidas que são orientações jurídicas ou que dependem da análise do caso sem a contratação de uma consulta.


Escrito por:

Outros textos que podem do seu interesse:

Comments


Participe da lista VIP

Aprenda sobre seus direito com nosso time de especialistas TOTALMENTE DE GRAÇA!

Seja bem vindo! 
Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

* Respondemos mensagens no WhatsApp em dias úteis durante o horário comercial (das 8h às 18h).

bottom of page